Pages

4

Fotografia de moda, noções de mercado

Pessoal, tava vendo aki uns sites e achei uma materia super legal sobre foografia de moda, escrita para o site do Profissão Moda, Pelo humberto Piro..

lah vai...

Fotografia de moda, noções de mercado



A fotografia de moda como em outras áreas apresenta características próprias. Um ramo específico para duas áreas que tratam da imagem, tanto a arte de retratar como a arte das facetas do efêmero compõem igualmente uma síntese da forma de fazer o registro de um estilo. A produção de moda é realizada por uma série de profissionais, entre eles o maquiador, o assistente de produção, o produtor e, é claro, o fotógrafo de moda – aquele que registra as imagens do estilo direcionado pelo produtor, eternizando a passagem daquele momento para abrilhantar a moda de uma época. Em Fortaleza, profissionais vem se destacando com seu trabalho e em entrevista ao Profissão Moda discutem alguns pontos relevantes sobre o mercado para essa área.

Ao perguntar à Roberta Braga sobre o mercado, responde que percebe um crescimento sim, acredita que a demanda é “suficiente para todos que desenvolvem competência no seu trabalho. A fotografia de moda, bem como outras áreas, tem uma linguagem própria, não basta apenas entender sobre fotografia, é necessário entender o que faz moda, o que é moda, mas é necessário ter feeling específico para as outras áreas de atuação da fotografia. O que percebo é que faltam algumas das qualidades de fotógrafo nos iniciantes; não basta apenas comprar uma câmera digital, aprender a usá-la e considerar-se fotógrafo, acho que é importante conhecer todos os passos de uma verdadeira fotografia. Penso que o desafio é descobrir a excelência no trabalho e cobrar de acordo com isso, para que o cliente tenha opção de escolha baseada em diferenciais e estilos e não apenas em valores [dinheiro].”

Nicolas Gondim, que já expôs seus trabalhos em São Paulo, pensa de forma otismista sobre empresas de confecção que aceitam o seu trabalho: “hoje a maioria delas já sabe da importância da imagem.”

Leila Motta, trabalhando sempre com os produtores de moda de grandes confecções no Ceará percebe que definir o estilo profissional é de suma importância para a formação básica do fotógrafo.

Sempre desenvolvendo trabalhos mais conceituais, Haroldo Sabóia sabe dos custos que a fotografia apresenta e para o iniciante o mercado é “muito competitivo, os equipamentos são caros, precisa fazer um investimento, precisa ter um capital inicial.” Nicolas também pensa da mesma forma: “ter bons equipamentos, ter um estúdio, aprender a fazer uma boa luz e fidelizar um cliente. Acredito que tem muita gente bacana se iniciando no mercado, mas tem que aprender a cobrar, pois nosso serviço dá bastante retorno.”

A Terra da Luz tem mostrado que brilha não só pela liberdade, mas agora também, destacando-se pela presença de uma profissão que apresenta determinado valor para a caracterização de um estilo.

Humberto Piro

fonte: http://www.profissaomoda.com.br/?acao=noticias&subacao=ler&id=2033

4 Gostou? Comenta Aqui!:

eneuddo disse...

Que massa cara, é um dos meus sonhos de consumo ser "fotógrafo de moda"... muito massa! Mas, claro, como toda profissão, não pode haver só o oba-oba, mas requer muito estudo e dedicação p/ ter algum êxito na área.

Pedrin disse...

tmb sou louco por essa area, muito show mesmo..
ah..dica.. a Casa Amarela (da UFC) oferece um curso mara de fotografia.. eh apenas um semestre..
depois eh só focalizar a area de atuação neh..

Humberto Piro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Humberto Piro disse...

Olha, que legal achar esse texto aqui. Obrigadão pela referência, Pedro. Abração e cheiro!

Back to Top